EDUCAÇÃO

EDUCAÇÃO Falando em início de aula e educação, quando a presidente Dilma nomeou seus ministros, escolheu para o Ministério da Educação, o senhor Cid Gomes. Alguns grupos de professores, protestaram, porque o ministro indicado é engenheiro, sem muito conhecimento na área de educação. Esquecem os professores, que na política, foi e será assim: em todas as esferas governamentais, federal, estadual e municipal. O ministro ou secretário é escolhido, por uma cartilha ou ficha partidária. Se ele é do ramo, não importa. Importa que ele tenha ficha num partido político, do governo é claro. O povo é o dono do poder, mas os políticos têm a posse das armas! SEGURANÇA Os jornais do estado publicaram um dado preocupante. Em Porto Alegre, são roubados ou furtados 19 carros por dia. O governo faz cortes no orçamento da segurança, e com isso, não vai diminuir este número de ocorrência. As seguradoras de automóveis, põem o preço do seguro lá nas nuvens. Muitas pessoas que tem carro, pagam IPVA, gasolina muito cara, e não podem pagar um seguro, a não ser o seguro obrigatório, que não protege contra os amigos do alheio. ACIDENTE DE TRABALHO Um pedreiro, no meio do serviço, liga pra casa e diz para a esposa todo ofegante e muito nervoso: - Mulher, você nem queira saber... Escapei de uma boa, cai de uma escada de 15 metros de altura. - Ai, meu Deus, você está muito machucado? -Não,... nem um pouquinho. Eu ainda estava no primeiro degrau. TURISTAS Aproveitei o tempo das férias para curtir uma praia com a família. É difícil conseguir sair junto com os filhos, porque as férias deles às vezes não coincidem com as nossas. Mas este ano deu certo. Chamou-me atenção o grande número de "hermanos" argentinos no litoral de Santa Catarina. Impressionante. E na estrada, tem que dar lado, os homens andam. Falando em férias dois turistas, um deles já conhecedor do país, ia explicando para o companheiro: - Estamos no Rio Grande do Sul. - Como é que você sabe, pergunta o outro? Tomei um chimarrão. Estamos em São Paulo. - Como é que você sabe? Tomei uma xícara de café. Estamos em Minas Gerais? - Como é que você sabe? Comi um pão de queijo. Estamos no Rio de Janeiro. Como é que você sabe? Tomei uma bala perdida! HORÁRIO DE VERÃO Neste final de semana à meia noite de amanhã, sábado, os relógios devem ser atrasados em uma hora. Tenho um amigo muito teimoso que disse: - quando passa o aviso para atrasar o relógio, pelo fim do horário de verão, eu adianto, só pra mostrar quem é que manda. Fiquei intrigado com esta situação. Se uma pessoa leva um tiro às 23 horas e 59 minutos, no final do horário de verão e ela agoniza até morrer às 23 horas e 04 minutos. Então ela morreu antes de levar o tiro? Credo!!! CARNAVAL O carnaval acabou e a única coisa que estou sentindo é do dinheiro que gastei, disse um folião. Em compensação arrumei uma namorada. Ela é bem gordinha. Eu prefiro as mulheres gordinhas, elas esquentam no inverno e fazem sombra no verão. SOFRIMENTO Existem pessoas que nascem para sofrer. Problemas de doenças, principalmente. Fico triste vendo certas coisas, mas ao mesmo tempo, agradeço a Deus pela minha família. Conheço uma senhora, que além de doente, sofre com o marido que chega todas as noites em casa, bêbado e incomodando. Esses dias ele chegou a "meio pau" como se diz na gíria dos bebuns. Ela disse: - Quando te vi, senti que era o amor da minha vida, então te conheci... e percebi o traste que arranjei. Ele retrucou: - Eu achava "eu te amo" a coisa mais linda que se podia dizer, até escutar "três latões por dez reais". Merecia era uma "camaçada de pau", isso sim. Gambá sem vergonha!!! OUTRO GAMBÁ Falando em bebum, tem uma mãe lutando para que o filho se livre deste terrível mal da bebida. Esses dias ele chegou em casa e disse: - Mãe, vou parar de beber! -Ai, meu filho, assim eu morro de felicidade, disse a mãe. - Deus me livre de matar a minha mãe! Melhor continuar bebendo! ÁGUA A crise da água que afeta São Paulo, já se estende ao sudeste todo, com escassez em Minas Gerais e Rio de Janeiro. Isto não é só culpa da estiagem, a falta de chuvas. É também culpa na gestão dos recursos hídricos por parte dos governos estaduais. A população aumenta e lógico que o consumo de água também. Deve haver planejamento no abastecimento e captação nas represas e mananciais. São Pedro não pode levar a culpa se não chove mais seguido na região. Aproveitando a estiagem, uma fábrica de cuecas, usando a imagem da baixa do volume de água na represa Cantareira-SP, lançou o modelo de "Cuecas Cantareira, a ideal para abrigar o volume morto". COMPARAÇÃO Dizem que o Carnaval carioca é o melhor do Brasil. Mas aqui no nosso amado Rio Grande, também fazemos nosso carnaval. O que os cariocas tem, nós também temos. Veja a comparação: Os cariocas têm sambódromo, nós temos cancha reta. Eles têm concentração, nós temos roda de chimarrão. Eles têm comissão de frente. Nós temos a peonada. Eles têm bateria, nós temos panela de ferro, frigideira e chaleira. Eles têm puxador de samba, nós temos trovador. Eles têm adereços, nós temos tirador, guaiaca e chapéu de barbicacho. Eles têm carro alegórico, nós temos a carreta. Eles têm ala das baianas, nós temos ala das prendas e o chinaredo. Eles têm confete, nós temos boleadeiras. Eles têm serpentina, nós laço. Eles têm samba no pé, nós temos espora na bota. Nossa fantasia é a pilcha. Viva o Rio Grande Volta às aulas Foram-se as festas de Natal, Fim de Ano e Carnaval. Terminaram as férias. É o novo ano que se inicia. Quando falo em novo ano, quero me referir ao ano letivo, o início das aulas de 2015. A cidade se transforma, o movimento nas ruas e no comércio é outro. Parece que é a vida que retorna, depois dos meses calorentos de janeiro e fevereiro. Saudando as crianças, os jovens, que retornam às salas de aula, saudamos também os grandes responsáveis pela educação: nossos professores. O professor é um semeador. Não pode fugir à responsabilidade de semear. Semear conhecimento, amor, alegria, respeito. Semear perspectivas de vida aos nossos jovens. O professor não pode dizer, o solo é ruim, o sol queima, a chuva é demasiada, a semente não é boa. Nossa missão não é julgar a terra, o tempo, as coisas... Nossa missão é semear. Tenho certeza que as sementes são abundantes e germinam facilmente. Ao semear não pense: quanto me darão? Quando será a colheita? Quanto terei de aumento? Receberei o piso salarial? Nós professores não semeamos para enriquecer. Semeamos porque não podemos viver sem dar, não podemos servir a Deus sem servir aos irmãos. Semeamos num reino onde dar é receber, onde gastar servindo é crescer e transformar. Comece o ano professor-semeador, com carinho como se estivesses semeando o próprio coração. O futuro é para partilhar. Assume a tua missão, hoje, agora, aqui...Feliz retorno a todos. Sem esperar recompensas... serás recompensado.

Edição Impressa

Edições Anteriores

Mais Notícias

Conectado

COLUNISTAS

|  Todos os direitos reservados Desenvolvido por OdNet Marketing & Web