Hidratação no verão

O verão está aí, e dias de sol a pino e temperaturas que chegam a passar dos 40 graus são um risco para a saúde, se não forem tomados alguns cuidados simples.  Um dos mais importantes é a hidratação através de ingestão de líquido. É que com a temperatura elevada e o corpo eliminando suor, há maior perda de água e sais mineiros, essenciais para o bom funcionamento do organismo.

A melhor receita para esses dias quentes é o consumo de água com recomendação aproximada de dois litros ou mais ao dia. O corpo de um adulto gasta, em 24 horas, uma média de dois litros de água em funções como digestão, respiração, transformação dos nutrientes em energia e também por meio do suor e da urina. Um baixo consumo de água durante os períodos de altas temperaturas pode acarretar: desidratação, complicações renais, além de atrapalhar o metabolismo de nutrientes, assim como o transporte de vitaminas.

A recomendação seria de um a dois copos ao levantar-se, e o restante distribuídos nos intervalos das refeições, até 30 minutos antes de cada refeição e uma a duas horas após, para que não haja prejuízo em termos de perdas de nutrientes ou má digestão. Existe uma maneira fácil de reconhecer se a quantidade de água que esta sendo ingerida  é suficiente. Quando a urina é eliminada em grandes quantidades e tem uma cor clara, a quantidade de água que está sendo consumida é suficiente. Se, pelo contrário, a urina é eliminada em pequenas quantidades e tem uma cor escura, é necessário aumentar o consumo de água.

A água é o único líquido que, além de hidratar o organismo, limpa e não possui energia (caloria).  Porém, sucos, chás e os alimentos também são fortes aliados, mas devem ser privilegiadas as frutas, verduras e legumes, como por exemplo: pepino, abobrinha, espinafre, tomate, melancia, brócolis, morango. São ótimas fontes de vitaminas, minerais e fibras, além de serem alimentos refrescantes que combinam com a alta temperatura por conterem boa quantidade de água em sua composição. Tão importante quanto intensificar o consumo de alimentos aliados da hidratação no cardápio é ficar longe do sal, das frituras, das bebidas alcoólicas e dos carboidratos refinados para evitar a desidratação. 

Fonte: http://www.saude.mg.gov.br

Edição Impressa

Edições Anteriores

Mais Notícias

Conectado

COLUNISTAS

|  Todos os direitos reservados Desenvolvido por OdNet Marketing & Web