Brincar

Brincar é uma atividade de extrema importância para criança. Neste momento ela simula várias situações do cotidiano e permite-se pensar, decidir, cooperar, construir, descobrir, aceitar limites, competir, sentir inúmeras emoções.
Durante as brincadeiras, as crianças desenvolvem os sentidos, adquirem habilidades com o corpo e mãos, diferenciam objetos, texturas, formas, cores entre outros.  É também neste momento que elas trocam experiências com os outros, entram em contato com o ambiente, desenvolvem a mente, a afetividade, a autoestima além desenvolver a parte física.
Crianças privadas de brincar, com o passar do tempo, terão menos possibilidades  de relacionar-se com a sociedade em que vivem, menor desenvolvimento cognitivo e como consequência terá menos oportunidades de crescimento e amadurecimento.
Brincadeiras entre pais e filhos proporcionam momentos de fundamental importância para o conhecimento mútuo entre pais e filhos e não devem ser perdidos principalmente nos primeiros anos de vida. Também muitas vezes são nestes momentos que atrasos no desenvolvimento neuropsicomotor são descobertos.
Brincadeiras adequada a cada faixa etária:
0 à 3 meses:  nesta fase, converse e cante para o bebê. Balance objetos coloridos dentro do seu campo de visão.  Apesar da visão da criança estar em aperfeiçoamento, isto serve como estímulo. Dance suavemente  com o bebê no colo. Isto acalma e provoca maior vinculação com o pai e mãe.
3 à 6 meses: deite o bebê de barriga para baixo(quando estiver acordado) e i incentive a começar a rolar. Estimule com brinquedo e depois esconda para que ele procure. As brincadeiras de esconde e aparece também são bem indicadas. Já maiorzinho, estimule a bater palmas.
9 meses a 1 ano: deixe o bebê engatinhar e explorar os espaços (não perigosos é claro), Ensine movimentos de tchau, sim e não.  Quando estiver iniciando a caminhar, deixe-o andar apoiado nos móveis. Mostre figuras para que ele aponte o que é.
1 a 2 anos:  aqui começa uma fase muito legal em relação as brincadeira. Tire tempo e brinque  de montar,  mostre bichos, desenhos, rasgue papel, rabisque, elogie os rabiscos, deixe seu filho imaginar... mostre aqui também os limites, noção de organização dos brinquedos e recolhimento de lixo utilizados durante as brincadeiras
2 a 5 anos: aqui as crianças começam a aprimorar suas habilidades, principalmente locomoção, comunicação, manuseio de objetos e jogos simbólicos. Jogos eletrônicos podem existir porem devem ter tempo restrito. Eles estimulam o desenvolvimento da inteligência. Nesta fase é importante o monitoramento dos pais para afastar possíveis ameaças.

Edição Impressa

Edições Anteriores

Mais Notícias

Conectado

COLUNISTAS

|  Todos os direitos reservados Desenvolvido por OdNet Marketing & Web