Não ignore estes sintomas

Embora nos preocupamos com acidentes  e a violência no mundo todo. , as doenças cardíacas são as vilãs de morte. As doenças cardiovasculares - ataques cardíacos, infartos do miocárdio, derrames cerebrais - acometem indistintamente homens e mulheres, não respeitam classe social, poder econômico ou localização geográfica das residências, e são responsáveis por mais ou menos um terço de todas as mortes.

Já está provado que fatores de risco para o desenvolvimento dessas doenças, tais como tabagismo, sobrepeso, sedentarismo, colesterol elevado, hipertensão, estão diretamente ligados ao estilo de vida. Infelizmente, a vida moderna favorece a formação de maus hábitos e as pessoas resistem em adotar novos comportamentos, mesmo sabendo dos muitos benefícios que trariam para sua saúde.

 Fique atento aos cinco sintomas que podem indicar problema grave no coração.

1. Desmaio ou tontura: podem ser causados por queda súbita de pressão arterial, que leva a uma diminuição do fluxo sanguíneo  para o cérebro e alteração da frequência cardíaca.Porém podem ser resultados de problemas cardiovasculares e que podem levar a outros problemas graves. Por isso se tiver desmaios ou tonturas frequentes procure um médico.

2. Palpitações no coração: sentir o coração bater fora do ritmo, pode ser sinal de arritmia.  Muitas vezes pode ser causado por stress ou emoções fortes, mas também pode indicar doenças isquêmicas do coração e caso se torne recorrente pode trazer falência cardíaca e fibrilação.

3. Dores no peito. Este é um sintoma muito ligado ao infarto. Sentir dor ou aperto no peito por mais de 20 minutos pode indicar uma obstrução dos vasos do coração (por exemplo por placas de gordura). A dor intensa é resultado da falta de oxigenação nos tecidos cardíacos e nesse caso deve-se buscar ajuda médica imediatamente.

4. Falta de fôlego:  cansar-se para realizar atividades simples, do cotidiano com subir lances de escada, principalmente para sedentários é normal. Agora, ficar sem fôlego, e, com dificuldade de respirar não é. A sensação pode ser de insuficiência cardíaca, quando o coração não consegue  bombear sangue suficiente. Se você sentir falta de fôlego aos pequenos esforços procure um médico.

5. Dores nos membros inferiores que não passam mesmo depois de caminhar, correr ou realizar qualquer outro esforço físico, podem indicar doença arterial periférica. Os portadores desta enfermidade correm mais risco de sofrerem um AVC.

Fonte: http://drauziovarella.com.br

Edição Impressa

Edições Anteriores

Mais Notícias

Conectado

COLUNISTAS

|  Todos os direitos reservados Desenvolvido por OdNet Marketing & Web