Câncer de mama: Suporte familiar

O diagnóstico do câncer gera tanto nos pacientes como nos familiares e amigos uma série de sentimentos que se atritam. Medo, dúvida, ansiedade e a maneira a qual se portar frente a doença são alguns deles Ter alguma pessoa querida acometida pela doença é muito doloroso. Tanto que muitas vezes não sabemos como lidar com ela. Nos interrogamos quanto a como e o que falar, do que devemos conversar e de como ajudar neste período sem machucar, constranger, ferir. Infelizmente não há uma maneira certa ou errada para se portar diante dessa situação. Aos poucos, você encontrará a melhor forma de conversar abertamente sobre a doença. A sinceridade é sempre um passo muito importante para que você consiga ajudar nesse momento Existem algumas formas de você poder ajudar como por exemplo: " leia um pouco sobre o câncer, entenda a doença, assim você poderá compreender um pouco mais a fase que o paciente está passando. " Controle sua ansiedade: esteja próximo sem sufocar o paciente e sempre que ele te pedir acompanhe o tratamento. " Ofereça ajuda: pergunte de que forma você pode ajudar nesse momento, lembrando que pequenas atitudes podem ser de grande valia. Fazer um supermercado, levar as crianças para a escola, buscar o resultado de um exame ou preparar uma refeição são gestos sempre bem-vindos. " Aprenda a escutar: muitas vezes, ouvir o que ele tem a dizer ou respeitar o seu silêncio são exemplos de grande ajuda. " Se você deseja fazer uma visita, lembre-se: ligue antes perguntando qual o melhor dia e horário para você fazer a visita Dias seguintes de uma cirurgia são bastante difíceis por conta dos pontos e da reabilitação do paciente, assim como, os dias logo após a quimioterapia. " Procure falar de coisas diversas não apenas da doença a não ser que o paciente queira. Muitos pacientes relatam que não aguentam falar sobre o câncer. Uma boa opção é você falar sobre a sua vida, dúvidas, e até de preocupações do seu dia-a-dia. " Altos e baixos emocionais são comuns durante a doença e você pode o encontrar o paciente mais depressivo e com vontade de chorar.Neste momento se você não souber o que falar , ouça, mostre-se presente e deixe-o desabafar. Dê suporte, um abraço ou apenas fique com ele. O que ele precisa neste momento é atenção e carinho. Fonte: www.oncoguia.com.br

Edição Impressa

Edições Anteriores

Mais Notícias

Conectado

COLUNISTAS

|  Todos os direitos reservados Desenvolvido por OdNet Marketing & Web