Humor e medicação

Seu humor depende da ingestão de remédios? Pressão, stress, TPM, tristeza, melancolia, assuntos mal resolvidos são alguns dos sintomas cuja salvação na maioria das vezes se chama  antidepressivo?
0 antidepressivo muitas vezes é necessário sim, porém o que observamos cada vez mais é o uso discriminado e desnecessário  desta droga. O maior problema é que ao contrário do que muita gente pensa, estes remedinhos  atuam muito além do que na nossa cabeça. Pesquisas vem demonstrando que  eles aumentam a disponibilidade de serotonina, neurotransmissor que além do cérebro age também no sistema digestivo, no funcionamento do órgão reprodutor masculino e até na coagulação sanguínea.  Pode causar desde uma diarreia, disfunção sexual e até eventual derrame. O uso por longos períodos, pode levar ainda ao ganho de peso,  perda de libido e anestesia afetiva.
A Anvisa divulgou recentemente que além da tristeza, a  ansiedade também está sendo supermedicada. Entre os medicamentos mais utilizados  para isso estão os benzodiazepínicos, tipo de droga que age sobre o gaba, neurotransmissor que inibe o sistema nervoso central provocando relaxamento e por isso prescrito  para ansiedade generalizada e insônia. Este  tipo de medicação tem tempo limitado para utilização pois causa dependência,  e por isso , só deve ser utilizado conforme prescrição médica,  e não como muitas vezes é constatado,  onde os indivíduos os conseguem por meios ilícitos e usam de forma contínua.
Entre os danos que podem ser causados pelos benzodiazepínicos temos,  letargias, dificuldades de armazenar novas memórias, sonolência e perda de coordenação motora.
Diariamente nos deparamos com problemas, dificuldades e tristezas, porém devemos ao invés de correr diretamente atrás de remédios (que ao invés de solucioná-los só os apagam temporariamente), buscar ajuda, auxílio de profissionais especializados, médicos, psicoterapeutas, psiquiatras . As psicoterapias lidam diretamente com que muitas vezes está desencadeando  o mal-estar e, diagnosticam através de conversas se é necessário a indicação de medicação.  A realização de atividades físicas e atividades de lazer que lhe tragam prazer também é uma boa pedida para quem está precisando relaxar. E talvez uma das coisas que acho de grande valia é querer buscar soluções , acreditar,  querer ficar bem, e, através de simples ações buscar a solução dos problemas, um a um, e tentar ver sempre o lado positivo das coisas, afastando sempre o pessimismo.
Fonte:www.revistasaude.com.br

Edição Impressa

Edições Anteriores

Mais Notícias

Conectado

COLUNISTAS

|  Todos os direitos reservados Desenvolvido por OdNet Marketing & Web