AVC

O AVC (acidente vascular cerebral) é uma doença que geralmente é associada a idosos. Porém tem-se observado que ela também esta acometendo cada vez mais jovens e ainda mais do sexo feminino. Ela pode ser AVC do tipo hemorrágico (acontece  em 20% dos casos e geralmente vem associado a um aumento da pressão intracraniana e edema cerebral). Ou, em 80%  dos casos  o AVC  isquêmico, nele a uma obstrução em um vaso sanguíneo, interrompendo o fluxo de sangue em uma região específica do cérebro, interferindo nas funções neurológicas daquela área.
Para identificar o aparecimento de um AVC, devemos observar alguns sinais como: fraqueza ou adormecimento de um membro ou lado do corpo,  alteração da linguagem, fala enrolada ou confusa, perda de visão de um olho ou de parte do campo de visão de ambos os olhos, dor de cabeça súbita seguida de vômito, sonolência, perda de memória, confusão mental e dificuldade para executar tarefas simples Você pode ainda confirmar sua suspeita solicitando para o indivíduo sorrir – veja se o rosto fica inclinado. Após, peça para ele levantar os dois braços e note se um deles cai ou tem dificuldade para se movimentar. Observe se a pessoa apresenta problemas ao andar, tem falta de equilíbrio ou se sente tonturas. Pode também ver se a pessoas apresenta fala confusa, ou problemas na compreensão do que fala ou escuta.
Caso sinta que as chances de um AVC estar se instalando seja possível, corra para um hospital pois, quanto antes for tratado mais chances de diminuir as sequelas.Quando a doença é confirmada o paciente precisa ficar pelo menos 24 horas em  observação, isto porque é comum que o AVC isquêmico se repita, levando a morte ou deixando sequelas.  Entre as sequelas mais comuns temos: paralisia em um dos lados do corpo,  perda parcial dos movimentos de um dos lados do corpo e problemas na linguagem.
Devemos tomar medidas preventivas( boa alimentação, atividades físicas...)  para evitar a incidência da doença. Porem ainda não sabemos ao que se deve o aumento dela em mulheres jovens. Pensa-se que o péssimo estilo de vida pode  ser uma das principais causas.  Porém entre as causas de AVC temos: má alimentação e consequente obesidade, colesterol alto e diabetes, tabagismo e alto consumo de álcool; doenças cardíacas sabretudo as que produzem arritmias; enxaquecas.

Fonte:womenshealth.com.br

Edição Impressa

Edições Anteriores

Mais Notícias

Conectado

COLUNISTAS

|  Todos os direitos reservados Desenvolvido por OdNet Marketing & Web