Tratamento pós-verão

O verão terminou oficialmente neste mês, e agora está na hora de correr atrás dos estragos  causados pelo sol na nossa pele e começar a cuidar da aparência ou de problemas mais graves como manchas que se acentuaram ou apareceram.
No verão, é muito comum o organismo perder  mais água do que repomos, e então a  pele vai ressecando e as células da superfície vão descamando,  provocando o ressecamento e a aspereza. Além disso, a medida que a pele é exposta ao sol ela vai tonalizando, alterando o pigmento natural  na camada superficial devido ao processo ocasionado pelas radiações ultravioletas A e B . Assim, a pele pode apresentar coloração irregular dando origem às indesejáveis manchas de sol.
Além de hidratar, deve ser feita a limpeza de pele com um profissional qualificado para remover as impurezas e o excesso de oleosidade. A manutenção em casa com a higienização da pele é essencial. Deve-se usar um leite de limpeza ou sabonete com um pH próximo ao fisiológico, ligeiramente ácido. Os sabonetes comuns tendem a deixar a pele ressecada. É importante também, fazer  esfoliação uma  vez por semana ou a cada 15 dias para remoção das células mortas das camadas mais superficiais da pele, evitando assim, a obstrução dos poros.
Existem vários procedimentos que aceleram a remoção das células mortas. O mais conhecido é o Peeling, que promove a descamação e renovação da pele através de produtos químicos como ácidos e, dependendo da profundidade que atua pode ser classificado como superficial, médio ou profundo. Ele é indicado para amenizar as manchas e rugas superficiais, poros dilatados, textura áspera, sardas e marcas de acne. Depois do verão, quando o sol diminui de intensidade, é a melhor época para iniciar este tipo de tratamento. Além do rosto, o corpo também deve receber um tratamento especial.  Ele deve ser esfoliado e hidratado. Banhos muito quentes também devem ser evitados
Depois de limpa e hidratada, é hora de proteger a pele. Não pense que o filtro solar só deve ser usado na praia ou piscina, ele precisa ser aplicado diariamente, independente  se houver sol ou do dia estar nublado, principalmente nas áreas expostas ao sol. Ao sairmos a luz do dia, estamos nos expondo a radiação solar, que tem efeito cumulativo, então a proteção deve ser diária para evitar problemas a longo prazo. Geralmente o fator indicado mínimo é o 30.
Outra dica que fica é a hidratação do organismo com água. Beber água deixa a pele mais hidratada e bonita.

Edição Impressa

Edições Anteriores

Mais Notícias

Conectado

COLUNISTAS

|  Todos os direitos reservados Desenvolvido por OdNet Marketing & Web